Submissão estética aos sapatos pode causar sérios problemas nos pés

Os sapatos e tênis, quando não adequados, podem trazer sérios problemas para quem os usa. De acordo com o ortopedista Matheus Levy Almeida Taveira de Souza, especialista em cirurgia do pé e tornozelo do Hospital Vila da Serra, “a submissão ao estético na confecção de sapatos tem gerado verdadeiros algozes dos pés que, aprisionando-os e mantendo-os apertados, colaboram para o surgimento de anormalidades, como joanetes, dedos em garra, calosidades e unhas encravadas, entre outras patologias que podem necessitar até de tratamento cirúrgico.

O ortopedista Matheus Levy Tavares de Souza, especialista em cirurgia do pé e tornozelo do Hospital Vila da Serra: “a escolha de um calçado deve ser feita cuidadosamente, levando-se em conta principalmente o conforto”

Os sapatos e tênis, quando não adequados, podem trazer sérios problemas para quem os usa. De acordo com o ortopedista Matheus Levy Almeida Taveira de Souza, especialista em cirurgia do pé e tornozelo do Hospital Vila da Serra, “a submissão ao estético na confecção de sapatos tem gerado verdadeiros algozes dos pés que, aprisionando-os e mantendo-os apertados, colaboram para o surgimento de anormalidades, como joanetes, dedos em garra, calosidades e unhas encravadas, entre outras patologias que podem necessitar até de tratamento cirúrgico. Por isso mesmo, a escolha de um calçado deve ser feita cuidadosamente, levando-se em conta principalmente o conforto. Palmilhas e solado macio, forma larga e arredondada ou quadrangular, para não comprimir a parte anterior do pé, e caixa alta para possibilitar o movimento dos dedos são critérios importantes a serem observados também na hora da compra.

No caso dos homens, uma má escolha pode causar problemas como fasceite plantar, metatarsalgia (dor na parte da frente dos pés), calosidades, joanete (hálux valgus) e deformidade dos dedos e das unhas. Já as mulheres, além de estarem sujeitas aos mesmos problemas dos homens, por geralmente usarem calçados mais estéticos/desconfortáveis (rasteirinha, bico fino e salto alto) estão mais propensas a essas patologias. “Principalmente o salto alto, quando utilizado em excesso, causa encurtamento da cadeia posterior e sobrecarga na região do antepé (ponta do pé), o que acaba por ocasionar dor local, calosidades e deformidades dos dedos”, destaca o ortopedista, ressaltando ainda que a presença do bico fino potencializa os efeitos nessa região.

Para as crianças, o Dr. Matheus Levy orienta aos pais comprarem sempre calçados confortáveis, leves e de fácil manuseio com o intuito de facilitarem a prática de brincadeiras e esportes. Já para quem pratica atividades esportivas, o tênis deve ser escolhido de forma individualizada, com orientação de um médico ortopedista. “Principalmente quem pratica corrida deve levar em conta o tipo de pisada e lesões prévias na escolha do tênis mais adequado”.

10 DICAS DE COMO ESCOLHER ADEQUADAMENTE SEUS SAPATOS:

  • • O número que vem impresso no sapato pode corresponder a diferentes tamanhos, dependendo do país e do fabricante. Por isso, não se prenda exclusivamente à numeração. Selecione o sapato pelo conforto que lhe confere!
  • • Na medida do possível, compatibilize a forma do sapato com a do seu pé;
  • • Lembre-se que o tamanho dos seus pés pode mudar à medida que você vai ficando mais velho;
  • • Não deixe de experimentar os dois sapatos, pois um pé, geralmente, é maior do que o outro. Compre o par que melhor se adapte ao pé de maior tamanho;
  • • Compre sapatos no final do dia, quando os pés estão ligeiramente maiores e edemaciados;
  • • Fique de pé enquanto experimenta os sapatos e verifique se existe um espaço adequado para o seu dedo grande (hálux);
  • • Não compre sapatos que estejam apertados, esperando que eles se alarguem com o uso;
  • • O calcanhar deve adaptar-se confortavelmente ao sapato, com o mínimo de movimento entre ambos;
  • • Caminhe com os calçados para ter certeza de que estão confortáveis;

• O sapato a ser usado deve ser apropriado à atividade que queira realizar.

Portal Medicina & Saúde (31)3586-0937 | FAÇA CONTATO

medicina & saúde nas redes