Saúde da mulher merece atenção integrada e multidisciplinarCâncer de mama, útero e ovário, endometriose, infecção e incontinência urinária, fibromialgia, depressão, doenças cardíacas e obesidade estão entre as principais doenças que afetam as mulheres. Em março, mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher (08/03), é importante conscientizar sobre a importância de se cuidar da saúde feminina.

A médica Márcia Salvador Géo: “cuidar da saúde da mulher em todas as fases da vida é fundamental para prevenir doenças e garantir qualidade de vida” - Crédito: Samuel Gê

Câncer de mama, útero e ovário, endometriose, infecção e incontinência urinária, fibromialgia, depressão, doenças cardíacas e obesidade estão entre as principais doenças que afetam as mulheres. Em março, mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher (08/03), é importante conscientizar sobre a importância de se cuidar da saúde feminina.

As mulheres representam metade da população brasileira, sendo 51% da população do país. “Cuidar da saúde da mulher em todas as fases da vida é fundamental para prevenir doenças e garantir qualidade de vida”, ressalta Márcia Salvador Géo, coordenadora dos Serviços de Ginecologia e Obstetrícia e da Unidade de disfunções do assoalho pélvico da Rede e vice-presidente Assistencial e Operacional do Mater Dei.

Algumas estatísticas apontam para essa necessidade. No mundo, estima-se que a endometriose afeta de 10% a 15% das mulheres em fase reprodutiva, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Já a incidência do câncer em mulheres também é significativa: segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), só em 2018 foram registrados em brasileiras, 59.700 novos casos de câncer de mama; 18.980 novos casos de câncer de cólon e reto e 16.370 novos casos de colo de útero.

Outro dado que merece atenção é a busca por consultas com ginecologistas e obstetras. De acordo com pesquisa realizada no final do ano passado pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), cerca de 20% das brasileiras acima dos 16 anos não consultam um ginecologista com regularidade. “As consultas regulares com um médico de confiança podem ajudar mudar hábitos de vida, orientar a vida sexual e reprodutiva, ao sexo seguro, a hábitos de higiene intima, a proteção dos músculos do assoalho pélvico e a diagnosticar doenças que nem sempre manifestam sintomas, como a endometriose, algumas doenças sexualmente transmissíveis e alguns cânceres femininos em etapas iniciais”, explica a médica.

Atendimento integrado e em todas fases da vida

Desde quando foi inaugurado, em 1980, o Mater Dei tem a preocupação de oferecer às mulheres um atendimento personalizado e focado em suas necessidades. Conforme o Hospital expandiu e se constituiu a Rede, novos serviços foram incorporados e estão à disposição das pacientes.

Ginecologia e Obstetrícia

A equipe de Ginecologia e obstetrícia da Rede Mater Dei de Saúde oferece às pacientes um acompanhamento personalizado durante as principais fases da vida. “Se, antigamente, o bom obstetra era reconhecido por ser chamado em casos extremos para salvar a vida da mãe, passando por um segundo momento, em que teria que salvar a vida de mãe e filho, hoje, falamos em equipe multidisciplinar apoiada por uma estrutura hospitalar adequada que ofereça segurança a mãe e filho, que terão não só as suas vidas resguardadas, mas um compromisso de oferecer ao mundo seres humanos com seu potencial resguardado”, reforça Márcia Salvador.

Além de um atendimento especial no momento de suma importante na vida da família que é o parto, a Rede Mater Dei tem especialistas em áreas especificas da saúde da mulher, uma preocupação que se estendeu ao novo Mater Dei Betim-Contagem.

Saúde da Mulher: Serviços na Rede Mater Dei

Um espaço específico para as mulheres dentro do Mater Dei Santo Agostinho. São sete consultórios com toda estrutura necessária e 38 médicos para o pronto-atendimento e emergências. No Mater Dei Betim-Contagem, também possui uma área especial dedicada a mulher, com especialistas e estrutura completa. Tudo isso com o apoio da Medicina Diagnóstica Mater Dei.

Serviços: Ginecologia Oncológica, Emergência obstétrica; Pronto-socorro ginecológico obstétrico; Ginecologia Oncológica, Emergência obstétrica; Núcleo do Assoalho Pélvico; Endometriose; Mastologia; Reprodução Humana e oncofertilidade; Maternidade; Medicina Fetal/Cirurgia Fetal, entre outros. Para mais informações: www.materdei.com.br

Portal Medicina & saúde: (31)3586-0937 | FAÇA CONTATO

medicina & saúde nas redes