Rede Mater Dei de Saúde comemora 40 anos

Em 1º de junho de 1980, o Hospital Mater Dei foi inaugurado, na Rua Gonçalves Dias, no bairro Santo Agostinho. Iniciava-se ali um novo modelo de cuidado e de assistência médica em Belo Horizonte, fruto do sonho do Dr. José Salvador Silva. De lá para cá a instituição foi crescendo, inovando e buscando fazer sempre o melhor na assistência à população. O presidente da Rede Mater Dei é o médico Henrique Salvador, que, com competência, dirige os novos caminhos da instituição hospitalar.

O presidente da Rede Mater Dei, Henrique Salvador, que dirige os novos caminhos da instituição hospitalar

Em 1º de junho de 1980, o Hospital Mater Dei foi inaugurado, na Rua Gonçalves Dias, no bairro Santo Agostinho. Iniciava-se ali um novo modelo de cuidado e de assistência médica em Belo Horizonte, fruto do sonho do Dr. José Salvador Silva. De lá para cá a instituição foi crescendo, inovando e buscando fazer sempre o melhor na assistência à população. O presidente da Rede Mater Dei é o médico Henrique Salvador, que, com competência, dirige os novos caminhos da instituição hospitalar.

A Rede Mater Dei de Saúde hoje é composta pelas Unidades Santo Agostinho (blocos 1 e 2), Contorno e Betim-Contagem. “Ampliamos nossa atuação, inclusive com o início, em setembro do ano passado, das obras de construção do Mater Dei Salvador, na capital baiana”, destaca Henrique Salvador.

Desde a sua fundação, o hospital trabalha com o mesmo objetivo: garantir a saúde e o bem-estar de seus clientes. De acordo com o presidente da instituição, “conquistamos a confiança dos mineiros, ampliamos nossos serviços e hoje nos tornamos uma rede de saúde completa”.

Nesse difícil momento, a estrutura da Rede Mater Dei permite a instituição enfrentar a pandemia da Covid-19 sem afetar o tratamento dos pacientes de outras especialidades, com expertise e capacidade, inclusive, para contribuir com projetos sociais que beneficiam todos. Além da preparação para o atendimento seguro a todos os pacientes, suspeitos e confirmados para Covid-19 e de outras especialidades médicas, com fluxos e alas separadas, investimento em Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) para colaboradores e corpo clínico, a Rede Mater Dei está contribuindo, efetivamente, em atividades voltadas para a ampliação do atendimento médico a pacientes com Covid-19.

Apoio às iniciativas de enfrentamento ao coronavírus

LEITOS DE CTI NO MATER DEI BETIM-CONTAGEM

Por meio de parceria com o Governo de Minas Gerais, a Fiemg e diversas empresas mineiras, a Rede Mater Dei de Saúde disponibilizou a estrutura da Unidade Betim-Contagem para implantação de 180 leitos de CTI do Hospital de Campanha do Estado para pacientes com Covid-19. São três andares exclusivos para atender as demandas de pacientes graves ou que necessitarem de cuidados especiais. Além disso, também colocou à disposição do Hospital de Campanha sua estrutura do Parque Tecnológico da Medicina Diagnóstica, do Centro Cirúrgico e dos serviços de apoio.

CAMPANHA PARA COMPRA DE EPI’s

A Rede Mater Dei apoiou campanhas do Sinduscon e do Movimento Dias Melhores para aquisição e distribuição de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) a hospitais públicos do Estado. Devido à expertise na compra de materiais médico-hospitalares, a Rede se encarregou de toda a negociação e compra dos insumos, garantindo melhor preço e qualidade com os recursos financeiros doados pelos apoiadores da campanha. Com isso, houve uma otimização do recurso disponível fazendo com que se pudesse aumentar o número de EPI’s adquiridos.

ASSESSORIA TÉCNICA EM PROJETOS DE RESPIRADORES

Uma das principais dificuldades enfrentadas nessa pandemia do coronavírus é a falta de respiradores em leitos hospitalares, necessários em casos graves de Covid-19. A quantidade existente no país não é suficiente para atender a demanda. Por isso, a Rede Mater Dei contribuiu com iniciativas de dois projetos brasileiros de fabricação de respiradores. Um da empresa Tacom e outra da AuLTech (que tem parceria com empresa de equipamentos médicos). Médicos clínicos e intensivistas e uma equipe de técnicos e engenheiros apoiaram o desenvolvimento dos equipamentos. A Rede disponibilizou também equipamentos como ventiladores, circuitos de ventiladores, além do Laboratório de Calibração da Engenharia Clínica para testes. Os projetos estão em fase regulatória na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para produção em larga escala.

OPERAÇÃO DO CTI DE HOSPITAL DO NÚCLEO DA VALE, NO PARÁ

Como a Rede Mater Dei de Saúde tem experiência em serviços de alta complexidade e em cuidados especializados em medicina intensiva, fez uma parceria com a Vale para atuar em um hospital, em Parauapebas, Pará. São 10 leitos de CTI da Rede Mater Dei no local, com uma equipe multidisciplinar formada por médicos intensivistas, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

 

: (31)3586-0937 | FAÇA CONTATO

medicina & saúde nas redes