Quatro aliados para um envelhecimento saudável

Artigo da fisioterapeuta Ellen Cristina Souza Teixeira/ Graduação em Fisioterapia pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais (2002) / Pós-Graduada em Fisioterapia em Geriatria e Gerontologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) / Membro da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG)

O envelhecimento saudável envolve o reconhecimento das mudanças corporais e perspectivas de vida, que pode ser um processo positivo, especialmente se você tiver os conhecimentos necessários para ajudá-lo a alcançar uma boa saúde.

crédito: freepik.com

O envelhecimento saudável envolve o reconhecimento das mudanças corporais e perspectivas de vida, que pode ser um processo positivo, especialmente se você tiver os conhecimentos necessários para ajudá-lo a alcançar uma boa saúde. Estar aberto para descobrir novas abordagens e talvez até mesmo alguns novos hábitos são aliados que podem apoiá-lo em sua jornada de envelhecimento saudável, conforme apontados a seguir:

Boa nutrição - Assim como o corpo muda com a idade, também mudam as necessidades nutricionais. Ao mesmo tempo, as pessoas mais velhas tendem a comer menos, o que pode ser um desafio para atingir a ingestão diária recomendada de nutrientes essenciais. Estudos mostram que os idosos são deficientes em vários nutrientes, muitos dos quais desempenham um papel fundamental na redução dos problemas de saúde relacionados com a idade.

Garantir nutrientes suficientes - Por meio de mudanças dietéticas e/ou suplementação, pode contribuir para um melhor bem-estar. Também é importante prestar atenção na ingestão de água. Beba pelo menos 2 litros de água por dia. Isso contribui para a manutenção das funções físicas e cognitivas normais.

Atividade física - O impacto da atividade física moderada de pelo menos 30 minutos por dia é inestimável para a saúde e pode ocorrer em qualquer idade, contribuindo para reduzir os riscos de doenças, alterações de humor, maior independência e mais interação social em comparação com pessoas inativas. O exercício não precisa ser vigoroso, apenas regular. Em particular, faça atividades aeróbicas: é bom para o coração e também para a pressão arterial; treinamento de força: promove ganho de massa óssea e muscular e ajuda a proteger contra fragilidade, quedas, falta de mobilidade e falta de independência; e exercícios de flexibilidade e equilíbrio: podem ajudar a proteger contra rigidez muscular, lesões e quedas. A atividade física promove o bem-estar mental, físico e social.

Controle de peso - Também é fundamental para uma boa saúde em qualquer idade. Para envelhecer bem, tente administrar fatores sob seu controle, como uma dieta balanceada focada em porções moderadas e desfrutar de pelo menos 30 minutos de atividade física diariamente. O excesso de peso pode bloquear o caminho para uma boa mobilidade e uma atitude positiva.

Por último, mas não menos importante, estão a atitude positiva e a vida social - Cuidar da saúde mental é importante para todos, principalmente para os interessados no envelhecimento saudável. Aqui estão algumas dicas que podem ajudar a aumentar o bem-estar: compartilhe seu tempo com os entes queridos, mesmo nas atividades cotidianas, como as refeições diárias; fique conectado com a família, amigos e comunidade, seja pessoalmente ou por telefone, e-mail ou redes sociais; e tenha uma boa noite de sono. Isso pode ajudar na recuperação, reduzir o estresse e promover mais energia e otimismo.

Importante: quanto mais cedo iniciarmos as mudanças, melhores serão os benefícios na busca pelo envelhecimento saudável. Então vamos começar agora?

 

Portal Medicina & Saúde (31)3586-0937 | FAÇA CONTATO

medicina & saúde nas redes