Previna-se contra as doenças de inverno!Com a chegada do inverno aumentam as doenças respiratórias transmissíveis, como gripes e resfriados. Esse período favorece bastante a circulação de vírus e bactérias devido à temperatura mais baixa, ar seco e as pessoas ficarem em ambientes fechados. Por isso surgem também a asma, pneumonia, rinite, sinusite e otite. Pessoas idosas e crianças são as que mais sofrem durante o inverno, pois têm o sistema imune mais frágil e, assim, lotam os pronto-atendimentos dos hospitais.

“Se estiver resfriado ou gripado, evite o contato com pessoas, sobretudo recém-nascidos e idosos”

Com a chegada do inverno aumentam as doenças respiratórias transmissíveis, como gripes e resfriados. Esse período favorece bastante a circulação de vírus e bactérias devido à temperatura mais baixa, ar seco e as pessoas ficarem em ambientes fechados. Por isso surgem também a asma, pneumonia, rinite, sinusite e otite. Pessoas idosas e crianças são as que mais sofrem durante o inverno, pois têm o sistema imune mais frágil e, assim, lotam os pronto-atendimentos dos hospitais.

Como prevenção para as chamadas doenças de inverno, observe as dicas a seguir:

1 - Evite locais fechados e com pessoas em excesso;

2 - Lave sempre as mãos várias vezes ao dia, principalmente após sair de locais públicos;

3 - Cobra a boca e o nariz ao tossir ou ao espirrar, se possível com lenço de papel descartável;

4 - Mantenha o ambiente onde está mais arejado e ventilado;

5 - Beba mais água (o ideal é cerca de dois litros por dia);

6 - Evite ir com frequência aos pronto-atendimento, pois trata-se de um ambiente de muita contaminação;

7 - Se estiver resfriado ou gripado, evite o contato com pessoas, sobretudo recém-nascidos e idosos;

8 – Alimente-se bem e escolha alimentos saudáveis, com dieta rica em verduras e frutas, que são antioxidantes e ajudam a melhorar a imunidade;

9 - Lembre-se: a vacinação é muito importante. Portanto, procure o seu médico para uma orientação.

 

Portal Medicina & saúde: (31)3586-0937 | FAÇA CONTATO

medicina & saúde nas redes