Por que os joelhos doem durante a Pandemia?

Dr. Wagner Lemos: foi presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho/2018. Atualmente é presidente da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia - Regional Minas Gerais, e coordenador do Curso de Especialização em Cirurgia do Joelho do Hospital Biocor e hospitais associados em Belo Horizonte.

A dor no joelho é uma das queixas mais frequentes no consultório de um ortopedista, juntamente com a dor nas costas, chamada lombalgia, e a dor nos ombros. O joelho possui alguns sítios frequentes de patologias, sendo que a dor se relaciona principalmente com os problemas na patela, na cartilagem articular e nos meniscos, todos estruturas nobres dentro do joelho.

o ortopedista Wagner Lemos: “esta pandemia tem influenciado diretamente no aumento no número de pacientes com queixas de dores nos joelhos”

A dor no joelho é uma das queixas mais frequentes no consultório de um ortopedista, juntamente com a dor nas costas, chamada lombalgia, e a dor nos ombros. O joelho possui alguns sítios frequentes de patologias, sendo que a dor se relaciona principalmente com os problemas na patela, na cartilagem articular e nos meniscos, todos estruturas nobres dentro do joelho.

Já sabemos que as dores nos joelhos são muito frequentes na população em geral, mas o que isso tem a ver com a pandemia de coronavírus? Na verdade, para que o joelho funcione bem, devemos ter bons hábitos de vida. A função adequada do joelho necessita de um bom desenvolvimento da musculatura dos membros inferiores, principalmente a patela, que é um dos principais sítios de dor no joelho, e que varia muito com as alterações do condicionamento muscular. Além disso, outro fator que está diretamente relacionado com uma boa função do joelho é o peso do corpo, pois atua diretamente no estresse da articulação. Como a definição de estresse é carga/área e a área é constante, quanto maior a carga do peso do corpo, maior o estresse gerado nessa articulação.

Nesse sentido, é bom refletirmos: nesta pandemia, as pessoas mudaram muito seus hábitos de vida, ficando mais em casa, e, portanto, se exercitando menos e, consequentemente, ganhando mais peso. Isto tem influenciado diretamente no aumento no número de pacientes com queixas de dores nos joelhos. Esta situação tem uma incidência maior nas mulheres que têm uma tendência maior de perda de massa muscular e de ganho de peso, influenciando diretamente na queixa de dor no joelho.

Para finalizar vai aí uma dica para que os joelhos funcionem bem durante esse difícil período que estamos passando. Tentem manter seus hábitos de vida no que se refere às atividades físicas. Mesmo com as academias de ginástica fechadas, ainda é possível se exercitar de alguma maneira, como fazer caminhadas em locais onde ainda é possível, sempre lembrando que o ideal é um local plano, evitando aclives e declives, que tendem a forçar os joelhos. Essa atitude vai manter a musculatura ativa e ainda ajuda no controle do peso. Fica a dica!

 

Portal Medicina & Saúde (31)3586-0937 | FAÇA CONTATO

medicina & saúde nas redes