Dr. Ernane Avelar Fonseca, nome expressivo da Ortopedia mineira, morreu recentemente em Belo Horizonte

A Ortopedia mineira perdeu recentemente um de seus membros mais queridos, o Dr. Ernane Avelar Fonseca. Muito respeitado profissionalmente, sempre tinha um sorriso fácil e alegre, que deixava todos felizes com a sua presença. Nos últimos tempos trabalhava no Ortolife, Hospital Lifecenter e no Departamento do Aparelho Locomotor (DAL) do Hospital Belo Horizonte. Era membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – SBOT, e da Comissão Científica da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte, entre outros cargos.

A Ortopedia mineira perdeu recentemente um de seus membros mais queridos, o Dr. Ernane Avelar Fonseca. Muito respeitado profissionalmente, sempre tinha um sorriso fácil e alegre, que deixava todos felizes com a sua presença. Nos últimos tempos trabalhava no Ortolife, Hospital Lifecenter e no Departamento do Aparelho Locomotor (DAL) do Hospital Belo Horizonte. Era membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – SBOT, e da Comissão Científica da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte, entre outros cargos.

Grande perda para a família. Deixa a esposa, Solange Arouca Duarte Fonseca, e os filhos, Lucas Duarte Fonseca (ortopedista) e Fernanda Duarte Fonseca (advogada).

Para o atual presidente da SBOT, Dr. Glaydson Godinho, amigo de longa data do Dr. Ernane, “foi uma grande perda para todos nós. Conheci o Ernane há 43 anos, quando ainda no terceiro ano de Medicina eu procurei pelo primeiro estágio em Ortopedia. Ernane e Manuel Porto, dois inseparáveis colegas de escola, um ano à minha frente, já então veteranos de um ano de estágio no Hospital SOS, na Avenida Amazonas, me acolheram com tamanha simpatia que daí nasceu uma relação fraternal que só cresceu em intensidade. Ambos entraram para a Residência de Ortopedia no Hospital Ortopédico e, ao me formar, não quis outra possibilidade senão continuar com os dois, agora na Residência. Ernane foi para a França, onde em Lyon, no famosíssimo serviço do Professor Henry Dejour, fez a segunda fase do seu aperfeiçoamento em Cirurgia de Joelho. Alegre, agregador e construtor de relações de amizade, Ernane marcou seu tempo em Lyon deixando lá um grande número de admiradores.

Foram anos de idas e vindas, mas sempre contando com a certeza mútua da amizade. Conhecemos nossas namoradas, que viraram esposas, tornaram-se mães de nossos filhos e colegas.

Continuamos desfrutando da amizade e admiração com que todos os colegas do Brasil sempre viam no Ernane.

A única coisa que eu não contava era que tão cedo, antes que pudéssemos curtir aposentadorias, antes de vermos nossos netos virando gente grande, antes de podermos sentar para curtir doces lembranças dos tempos passados, você iria partir! Vamos ficar: eu, Manoel e centenas de amigos a olhar para o céu perguntando o por quê? ”

Para o Dr. Wagner Lemos, presidente da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – Regional Minas Gerais (Sbot Minas), “a Ortopedia está de luto. Perdemos nosso grande colega, Dr. Ernane Avelar Fonseca, cirurgião de joelho e um dos membros mais antigos da SBCJ.

Dr. Ernane foi um dos antigos médicos do Hospital Ortopédico, quando ainda se localizava na rua Espírito Santo, e se orgulhava muito de pertencer ao seleto grupo de joelhistas que fizeram a sua formação junto à escola Lyonesa, com o professor Henri Dejour.

Naquela época, o Dr. Ernane era um grande divulgador da técnica do Chambat (Pierre Chambat, Lyon, França) de reconstrução outside-in do LCA, sem utilização de parafuso no fêmur.

Dr. Ernane deixa muita saudade entre nós e também a esposa, sra. Solange, e seus filhos Fernanda e Lucas, também nosso colega ortopedista. Que Deus o receba com muita paz no reino do céu. ”

 

Portal Medicina & saúde: (31)3586-0937 | FAÇA CONTATO

medicina & saúde nas redes