Grupo Pardini finaliza implantação do maior núcleo de produção de testes para covid-19 do Brasil

Em tempo de pandemia, surgem importantes novidades tecnológicas para a população, através do trabalho intenso de equipes que envolvem muitos profissionais. A boa notícia vem do Grupo Pardini, conceituada empresa de Medicina Diagnóstica e Preventiva do Brasil.

Roberto Santoro: “até o momento, o Grupo Pardini realizou mais de 900 mil testes para Covid-19, sendo 500 mil RT-PCR. A tendência, agora, é a ampliação exponencial desse volume”.

Em tempo de pandemia, surgem importantes novidades tecnológicas para a população, através do trabalho intenso de equipes que envolvem muitos profissionais. A boa notícia vem do Grupo Pardini, conceituada empresa de Medicina Diagnóstica e Preventiva do Brasil.

O Grupo Pardini anuncia o término da implantação do Guardian, modelo produtivo com tecnologia de automação para detecção de doenças infecciosas por biologia molecular. Trata-se do maior núcleo de realização de testes para detecção de doenças como a Covid-19 no Brasil, preparado para realizar 20 mil testes RT-PCR por dia, com total rastreabilidade e segurança. O Guardian vem sendo implantado de maneira escalonada desde fevereiro de 2020 e faz parte do Enterprise Lab, maior polo de produção de exames laboratoriais do mundo, localizado próximo ao Aeroporto Internacional de Belo Horizonte. São mais de 60 equipamentos dedicados, funcionando 24 horas por dia, um investimento direto e indireto próximo dos R$ 50 milhões. "O Guardian representa uma nova estratégia de conexão e automação dos testes de biologia molecular, com as competências core da companhia: tecnologia, experiência em automação, pesquisa e desenvolvimento e o conhecimento adquirido nos mais de 60 anos de história", afirma o presidente-executivo, Roberto Santoro. Até o momento, o Grupo Pardini realizou mais de 900 mil testes para Covid-19, sendo 500 mil RT-PCR. A tendência, agora, é a ampliação exponencial desse volume, reforçando o atendimento a pacientes diretos, médicos, hospitais, laboratórios parceiros, operadoras de saúde e empresas nacionais e internacionais.

Solução inédita e exclusiva - No processo de análise RT-PCR tradicional, as amostras são manuseadas por pessoas e há um risco natural de contaminação delas e dos profissionais, principalmente para laboratórios que produzem grandes quantidades de testes. Já no modelo inédito criado pelo Pardini, o processo é 100% automatizado. Da chegada da amostra até a entrega do resultado, tudo é feito por equipamentos com alta tecnologia embarcada. Todas as lâminas são registradas com código de barras, rastreadas e acompanhadas por um painel de controle.

Essa solução só foi possível graças à experiência histórica do Grupo Pardini com a automação, principalmente após o Enterprise - Modelo Integrado de Inteligência em Medicina Diagnóstica - cuja implantação foi finalizada no início deste ano. "A expertise do Enterprise foi decisiva para a criação de um modelo de automação inédito para realizar os exames RT-PCR em grande escala, com agilidade e total segurança e confiabilidade", destaca o diretor de Operações, Guilherme Colares.

Como consequência dessa evolução e da ampliação da capacidade de processamento de testes RT-PCR, há um enorme ganho para toda a cadeia da saúde, com a redução do prazo de entrega.

Uma plataforma para além dos testes da Covid-19 - A concepção do Guardian se adequa às necessidades atuais e futuras de diagnóstico em grande escala para a Covid-19 e prepara a companhia para o crescimento da oferta de exames especializados para todo o país, inclusive em outras crises de saúde pública, caso existam.

"É mais um passo em direção ao fortalecimento da unidade de negócios de Medicina Personalizada", destaca Roberto Santoro. Para ele, o Guardian representa uma nova estratégia de produção com as competências core da companhia: tecnologia, automação e pesquisa e desenvolvimento. "O Guardian é o nosso Enterprise dos exames especializados. Após a pandemia, a estrutura será utilizada para dar acesso e celeridade à realização de testes moleculares em maior escala, hoje restrito aos grandes centros urbanos", defende.

Para o vice-presidente Comercial e Marketing, Alessandro Ferreira, a inovação do Guardian não está apenas no modelo produtivo, mas na sua inserção na cadeia de saúde. "Nosso propósito é conseguir levar o melhor do diagnóstico a todos os cantos do país. Para isso, mantemos a atenção a toda a cadeia, sendo também eficientes em logística, interfaces tecnológicas e experiência do cliente", afirma. Hoje, o Grupo Pardini conta com a maior malha logística dedicada ao transporte de amostras biológicas do país. São mais de 2 mil municípios visitados e 88 mil quilômetros percorridos diariamente, de automóveis, motocicletas e até barcos, além de modais aéreos, utilizando a frota das principais companhias de aviação comercial, incluindo, ainda, aeronaves dedicadas por meio do Jet Lab. Tudo isso para atender mais de 6 mil laboratórios e hospitais do país, com a oferta dos testes para Covid-19 e outros 8 mil tipos de testes, dos mais simples aos mais especializados, por meio das empresas que compõem o Grupo.

 

Portal Medicina & Saúde (31)3586-0937 | FAÇA CONTATO

medicina & saúde nas redes