Cirurgia Endoscópica para doenças da coluna

Não há como negar, a Medicina tem apresentando nos últimos tempos grandes avanços em todas as suas áreas. Entre eles, está a cirurgia endoscópica para tratamento das doenças que afetam a coluna vertebral, informa o ortopedista e especialista Rodrigo D’Alessandro de Macedo, membro do corpo clínico do Instituto Mineiro de Ortopedia e Traumatologia – IMOT.

O ortopedista Rodrigo D´Alessandro de Macedo, especialista em coluna vertebral

Não há como negar, a Medicina tem apresentando nos últimos tempos grandes avanços em todas as suas áreas. Entre eles, está a cirurgia endoscópica para tratamento das doenças que afetam a coluna vertebral, informa o ortopedista e especialista Rodrigo D’Alessandro de Macedo, membro do corpo clínico do Instituto Mineiro de Ortopedia e Traumatologia – IMOT.

Segundo ele, este procedimento vem sendo cada vez mais realizado em Minas Gerais e pelas principais instituições hospitalares do país.

A cirurgia endoscópica, explica, tem se mostrado efetiva para tratamento de diversas doenças que atingem a coluna. “A técnica possibilita que muitas patologias sejam tratadas de forma minimamente invasiva, com segurança e menor lesão aos tecidos, permitindo, assim, pouco tempo de hospitalização e uma reabilitação mais rápida do paciente.

O procedimento é indicado para tratamento de várias doenças que atingem a coluna, especialmente, em casos em que há compressão das estruturas nervosas, principalmente das raízes neurológicas. No entanto, só o especialista pode dizer qual é a melhor técnica, já que cada caso é um caso único.

A cirurgia endoscópica da coluna vertebral é uma evolução da cirurgia tradicional, cuja técnica realiza grandes incisões para o especialista ter acesso e uma visão maior da coluna. Durante esse processo, estruturas importantes podem ser parcialmente ou completamente lesionadas. Daí a importância da cirurgia endoscópica. Por ser menos invasiva, agride menos os tecidos, destaca o Dr. Rodrigo D’Alessandro.

De uma maneira geral, indivíduos acima de 45 anos de idade estão mais sujeitos à problemas na coluna que podem levar a uma cirurgia e esse procedimento é uma ótima opção para os mais idosos e/ou com a saúde frágil, uma vez que a técnica é mais segura e mais segura que uma cirurgia convencional (aberta). “Entretanto, é importante ressaltar, que nem todas as doenças são passíveis de serem tratadas pela endoscopia”, conclui.

Serviço: Dr. Rodrigo D´Alessandro de Macedo

  • IMOT
  • Rua Grão Pará, 648.
  • Santa Efigênia – BH – MG

Fone: 31- 3344-2777

Portal Medicina & Saúde (31)3586-0937 | FAÇA CONTATO

medicina & saúde nas redes